Assistimos a 20 minutos de "Transformers: o Último Cavaleiro"! - NoSet
Cinema

Assistimos a 20 minutos de “Transformers: o Último Cavaleiro”!

É isso aí, meus amigos! O NoSet esteve presente a um evento mundial para a apresentação de 20 minutos de Transformers: o Último Cavaleiro. E as novidades não são poucas…

Primeiramente, esse evento foi idealizado pela Paramount para que a Imprensa mundial tivesse acesso a uma prévia do novo filme de Michael Bay. A sessão foi extremamente concorrida no Rio de Janeiro e contou com a presença ilustre da voz do próprio Optimus Prime, o dublador Guilherme Briggs. O cara é pura simpatia e atendeu a vários pedidos de fotos, além de conversar com os fãs.

Antes de começar a sessão, todos concorreram a brindes da Paramount relacionados ao filme, sorteados pelo próprio Briggs.

Quando a sessão iniciou, o silêncio tomou conta da plateia. Mesmo em 2D e sem estar plenamente finalizado, o que vimos foi uma enxurrada de emoções e cenas de tirar o fôlego. Óbvio que por ser uma prévia, com cenas mescladas que não nos permitiram saber com exatidão qual a sequência narrativa delas, reconheço que fui surpreendido positivamente.

Recomendo que assistam ao menos ao último episódio da franquia para reforçar a compreensão do que digo aqui.

Cada cena foi rodada em real 3D, uma tecnologia criada para esse longa-metragem. A definição, profundidade e a sensação de 3D serão ampliadas exponencialmente, segundo o diretor Michael Bay.

E isso é apenas o começo. Novos personagens, algumas referências à cultura pop, o mundo mergulhado no caos e, para piorar, a ausência de Optimus (pelo que entendi, em algumas partes do filme). Este, por sinal, terá uma participação bem diferente das que vimos nas edições anteriores. Há a sugestão de que ele irá se opor aos Autobots, mas pouco disso foi revelado de forma consistente.

Outra parte interessante está na revelação de que os Transformers estão entre nós há muito mais tempo. A presença de um passado envolvendo o rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda é um dos pontos alto da trama, cheio de belas cenas de guerra.

Gostei bastante da presença de Anthony Hopkins e de seu auxiliar robótico, cujo humor “britânico” deve garantir momentos leves à trama. Também conhecemos uma historiadora que lembra, levemente, a Megan Fox. Jogada ou não da Paramount para recuperar alguns fãs saudosos da atriz, a verdade é que Laura Haddock é de uma beleza ímpar.

Há um aparente núcleo com crianças. O que espero, realmente, é que elas não façam parte dos combates vindouros, pois isso tiraria muito da credibilidade do filme, mesmo se tratando de ficção-científica.

As localidades escolhidas são lindas e devem ganhar mais beleza e realidade com a filmagem especial feita por Bay. Destaque para a composição dos Transformers, dessa vez mais nítidos e perceptíveis que em outros filmes. Outro detalhe bem evidenciado é a maior participação e importância de Mark Wahlberg na história.

Por fim, deixo abaixo o segundo trailer para que tenham uma noção daquilo que vi. Eu torço para que Michael Bay tenha em mãos uma história forte, menos cômica e condizente com aquilo que o público vem solicitando a ele.

Até breve…

Franz.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo