Alice Through the Looking Glass (2016): - NoSet
Cinema

Alice Through the Looking Glass (2016):

Salve Nosetmaníacos. Noset assitiu Alice Through the Looking Glass e recomenda.

alice 2

Alice do Outro Lado do Espelho (2016):

Alice Através do Espelho é um filme americano dirigido por James Bobin e roteiro Linda Woolverton. Continuação de Alice in Wonderland (2010), do diretor Tim Burton, que retorna agora como produtor e distribuição da Walt Disney Studios Motion Pictures. Baseado no romance seguinte de Lewis Carroll, Through the Looking-Glass, no elenco Mi Wasikowska, Johnny Depp, Helena Bonham Carter, Anne Hathaway, Stephen Fry, Michael Sheen, Alan Rickman, Sacha Baron Cohen, Rhys Ifans e Toby Jones.

alice 8

Sinopse: Alice retorna após uma longa viagem pelo mundo, e reencontra sua mãe. No casarão de uma grande festa, ela percebe a presença de um espelho mágico. A jovem atravessa o objeto e retorna ao País das Maravilhas, onde descobre que o Chapeleiro Maluco corre risco de morte após fazer uma descoberta sobre seu passado. Para salvar o amigo, Alice deve conversar com o Tempo para voltar às vésperas de um evento traumático e mudar o destino do Chapeleiro. Nesta aventura, Alice também descobre um trauma que separou as irmãs Rainha Branca e Rainha Vermelha.

LONDON, ENGLAND - FEBRUARY 25:  (L-R) Actors Anne Hathaway, Helena Bonham Carter, Johnny Depp and Mia Wasikowska and President and CEO, The Walt Disney Company, Bob Iger, attend the Royal World Premiere of 'Alice In Wonderland' at Odeon Leicester Square on February 25, 2010 in London, England.  (Photo by Claire R Greenway/Getty Images for Disney) *** Local Caption *** Bob Iger;Mia Wasikowska;Anne Hathaway;Helena Bonham Carter;Johnny Depp

Crítica: Quem disse que Tim Burton não sabe fazer homenagens. Seu novo trabalho homenageia, de maneira sutil, dois clássicos do cinema, De Volta para o Futuro (1985) e A Máquina do Tempo (1960). Com efeitos especiais grandiosos, o segundo filme de Alice tinha tudo para ser um novo clássico, mas decepciona. Seu antecessor com US$ 200 milhões fez nada menos que US$ 1.025.000.000 nos cinemas de todo mundo, mesmo com um roteiro não tão grandioso, mas com atuações incríveis, principalmente de Depp com seu hilário Chapeleiro Louco. O principal problema da continuação está em um roteiro mais pesado, menos ousado, triste, além de dicas óbvias logo no início sobre o final, o que não ocorreu no primeiro, aqui o roteiro é reto e óbvio. Faltou um pouco mais de rodagem em grandes produções do diretor Bodin (Os Muppets) para dar mais de sensibilidade aos personagens principais e chegar aos pés das obras de Burton.

Alice-Through-The-Looking-Glass

O que vi foi uma Alice fora de foco com o mundo, para quem rodou ele todo, e sem determinação em decisões, para quem foi capitã de um navio imenso. A dica do personagem Tempo, em que não se pode mudar o passado, mas se aprender com ele foi sensacional, mas pouco aproveitado e sem peso no roteiro, já que era óbvio a que ele se referia. No elenco por incrível que pareça, Cohen rouba o filme com seu pseudo vilão, Wasikowska não decepciona, mas também não acrescenta nada, o triste personagem de Depp deixa a desejar, como pagar para ir ao circo ver o palhaço chorar, Bonham Carter também está mais dando mais pena do que fazendo rir e Hathaway repete o mesmo papel sem graça e sem sal do primeiro filme. Burton e Bobin homenageiam, com muito mérito, o último trabalho da lenda inglesa Alan Rickman (Lagarta Azul), falecido em 2016. No total, o filme só se pagou com orçamento beirando os US$ 160 milhões e sua bilheteria de US$ 180 milhões.

alice 3

Curiosidades: Em Dezembro de 2012, a Variety anunciou o desenvolvimento de uma sequência de Alice no País das Maravilhas, com Linda Woolverton retornando para escrever um roteiro. Em Maio de 2013, James Bobin começou as negociações para dirigir a sequência sob o título de Alice in Wonderland: Into the Looking Glass. Em 2013, foi confirmado que Johnny Depp (Chapeleiro Maluco) e Mia Wasikowska (Alice) iriam reprisar seus papeis. Ainda em 2013, foi anunciado que a sequência seria lançado em 27 de maio de 2016 e que Bobin iria dirigir o filme. Em Janeiro de 2014, o filme foi renomeado para Alice in Wonderland: Through the Looking Glass e ainda em Janeiro, Sacha Baron Cohen se juntou ao elenco para interpretar o vilão Tempo. Em Março de 2014, foi confirmado que Helena Bonham Carter voltaria como a Rainha Vermelha e em Maio de 2014, Rhys Ifans se juntou o elenco para estrelar Zanik Hightopp, pai do Chapeleiro Maluco. A crítica mundial não gostou do filme, dizendo que: “Alice Through the Looking Glass é tão visualmente impressionante como o seu antecessor, mas isso não é suficiente para cobrir uma história fraca que não consegue manter o padrão dos personagens clássicos.”

alice 5

 

Att.
Marcelo The Moura.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo