James Bond: 007 Contra Spectre (2016) - NoSet
Cinema

James Bond: 007 Contra Spectre (2016)

Salve Nosetmaníacos, eu sou o Marcelo Moura e hoje falamos de mais um filme do charmoso e violento espião inglês nos cinemas. Então toca a vinheta mais conhecida do mundo….

1$_V?_Job Name007contraspectre_8-750x380

007 Contra Spectre (2015)

Spectre é um filme britânico, o vigésimo quarto da franquia cinematográfica de James Bond, produzido pela EON Productions e o quarto estrelando Daniel Craig interpretando o agente secreto 007. Spectre é dirigido por Sam Mendes, o mesmo do predecessor Skyfall, escrito por John Logan, Neal Purvis, Robert Wade e Jez Butterworth, e também tem no elenco Christoph Waltz, Léa Seydoux, Monica Bellucci, Ralph Fiennes, Dave Bautista, Naomie Harris, Ben Whishaw, Rory Kinnear e Andrew Scott. O filme marca o retorno do sindicato do crime SPECTRE, presente nos primeiros filmes da série com Sean Connery e George Lazenby. O filme recebeu críticas geralmente favoráveis e foi um grande sucesso de bilheteria, arrecadando mais de US$ 850 milhões com um custo de US$ 245 milhões.

LONDON, ENGLAND - OCTOBER 22: Daniel Craig(R) and Christoph Waltz attend a photocall for "Spectre" at Corinthia Hotel London on October 22, 2015 in London, England. (Photo by Dave J Hogan/Dave J Hogan/Getty Images)

Sinopse: Após impedir um atentado terrorista na Cidade do México, James Bond (Daniel Craig) é afastado do serviço por M (Ralph Fiennes) e desobedece ordens para descobrir mais sobre um assassino que encontrou no México. Enquanto M enfrenta forças políticas para manter o serviço secreto vivo, Bond descobre que o matador era empregado de uma organização criminosa chamada SPECTRE, que tinha entre seus membros todos os vilões das três missões anteriores de 007.

cena-de-007-spectre-1446228534654_956x500

Crítica: Spectre não é o melhor filme da duradoura franquia de Bond e nem o melhor filme de Daniel “Cachorro Louco” Craig no papel principal de Bond, mas é um ótimo filme, levando a vida do espião Bond a cruzar novamente com a do personagem humano James e seu passado, e este foi realmente o ponto forte desta nova folhagem do já idoso espião. Spectre é uma viajem no passado de Craig Bond, além de outros 007 com Connery e Moore, como também no novo rumo da tecnologia e espionagem global. Tudo está conectado e este é o ponto alto do filme, desde o ótimo Cassino Royale (2006), passando pelo enfadonho Quantum of Solance (2008), a recuperada em Skyfall (2012) e terminado no bom Spectre (2015), a história toda se completa e Craig se despede do personagem de maneira digna e até elegante, principalmente por causa das críticas que sua escolha teve ao personagem e ótimo resultado final, deixando um legado que honra Bond, mesmo Craig não chegando aos pés em charme que seus antecessores, incluindo Brosnan aos dois acima, deixa uma história de ação e tecnologia que é o que veremos daqui para frente.

LONDON, ENGLAND - OCTOBER 22: Daniel Craig(R) and Christoph Waltz attend a photocall for "Spectre" at Corinthia Hotel London on October 22, 2015 in London, England. (Photo by Dave J Hogan/Dave J Hogan/Getty Images)

Adoro o ganhador do Oscar Christoph Waltz, principalmente porque tem o tempo certo para seus personagens crescerem na história. Sam Mendes é um diretor de detalhes, foi assim em Estrada da Perdição (2002) e Beleza Americana (1999), e o mesmo em Skyfall (2012) e Spectre (2015), trazendo de volta a história muito bem contada do mega diretor Martin Campbell (Cassino Royale e GoldenEye) e que se perdeu nas mãos do fraco Marc Foster (Guerra Z Mundial e Quantum of Solace). Esses detalhes são fantásticos, fazem parte da história de todos aqueles que vestiram o terno e falaram a frase, Bond, James Bond, feito principalmente para você que é cinéfilo e Bondmaníaco. Não deixe de conferir o filme que é o último de Daniel “Bond Craig” no papel principal e de Mendes na direção, vale a pena.

Eon Productions, Metro-Goldwyn-Mayer and Sony Pictures Entertainment announce the 24th James Bond adventure " SPECTRE. " Pictured: (L to R) Naomie Harris, Léa Seydoux, Daniel Craig, Monica Bellucci and Christoph Waltz.

Curiosidades:
Disputa de direitos: A propriedade da organização SPECTRE e seus personagens relacionados esteve no centro de uma duradoura disputa que começou em 1961 entre o autor Ian Fleming e o produtor Kevin McClory sobre os direitos do romance Thunderball, depois que Ian incorporou na história do livro elementos de um roteiro que foi escrito por Kevin McClory. Fleming fez um acordo judicial com McClory em 1963, dando ao produtor os direitos do filme e assim permitindo que ele se tornasse em 1965 o produtor do filme Thunderball (com Albert R. Broccoli e Harry Saltzman ficando como produtores executivos). E do filme não-canônico Never Say Never Again de 1983. Sob os termos do acordo, os direitos literários permaneceram com Fleming. Enquanto que a EON Productions obteve uma licença para usar a SPECTRE e os personagens de McClory por dez anos, permitindo que aparecessem nos filmes 007 You Only Live Twice, 007 On Her Majesty’s Secret Service e 007 Diamonds Are Forever. Em novembro de 2013, a Metro-Goldwyn-Mayer e o espólio de McClory finalmente encerraram a disputa com a Danjaq LLC (a empresa mãe da EON Productions), com a MGM adquirindo os direitos autorais completos do conceito da SPECTRE e todos os seus personagens.

s00

Gostou da matéria, é só seguir o meu instagram para acompanhar lançamentos e opinar: https://www.instagram.com/marcelo.moura.1253/

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Topo